segunda-feira, 3 de outubro de 2016

Semana Nacional da Vida propõe como tema “Vida e sociedade”

Até 7 de outubro acontece no Brasil a Semana Nacional da Vida, momento de celebração e de recordação de compromissos em favor de sua promoção.


Até 7 de outubro acontece no Brasil a Semana Nacional da Vida, momento de celebração e de recordação de compromissos em favor de sua promoção organizado pela Comissão Episcopal Pastoral para a Vida e a Família da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e pela Comissão Nacional da Pastoral Familiar (CNPF).

Em Guarapuava até o dia 7 de outubro na Catedral Nossa Senhora de Belém haverá celebrações diárias às 19h, seguido de encontros temáticos às 20h, com estandes de utilidade pública. 

O bispo de Osasco (SP) e presidente da Comissão Episcopal para a Vida e a Família da CNBB, dom João Bosco Barbosa de Sousa, afirma que a vida, dom de Deus, “é muitas vezes desvalorizado, desrespeitado, não é suficientemente bem cuidado como devia ser, como um presente de Deus”.
É neste sentido que a Semana Nacional da Vida, que acontece de 1º a 7 de outubro, sendo concluída no dia 8 com o Dia do Nascituro, é ocasião de celebração e de reassumir compromissos. “Nós celebramos a Semana da Vida primeiro como uma grande ação de graças a Deus pela vida que nós recebemos, pela nossa vida pessoal, das pessoas que nós amamos e todas as pessoas do mundo e do mundo em que nós vivemos”, explica dom Bosco.
A segunda motivação para a Semana, segundo dom João Bosco, é “lembrar certos compromissos que nós temos com a vida para que ela seja cada vez mais desenvolvida, mais viva e também compartilhada por todas as pessoas”. Para ele, é importante que se reflita o que limita e mata a vida.
Dia do Nascituro
Celebrado no dia 8 de outubro, o Dia do Nascituro é uma mobilização em todo o país, com intensa programação nas dioceses, paróquias e comunidades, com objetivo de propor à sociedade o debate sobre os cuidados, proteção e a dignidade da vida humana, em todas as suas fases, desde a concepção até seu fim natural. Em Guarapuava no dia 8, às 14h, haverá uma concentração na Praça 9 de dezembro, de onde sairá o Passeio pela Vida rumo ao Parque do Lago. 
O nascituro, ser humano concebido, mas ainda não nascido, “merece todo nosso carinho de ser acolhido no nosso mundo com todas as condições de se desenvolver e se tornar uma pessoa humana”, explica dom Bosco, que recorda que a vida, antes de nascer é muitas vezes agredida, não só pelo aborto, “que é um crime, um atentado contra o Deus da vida”, mas ao mesmo tempo também pela ausência dos cuidados que a mãe deve ter e receber durante a gestação. “E assim a gente celebre o dia do nascituro com uma esperança que não haja ninguém que venha ao mundo sem ser devidamente preparado, querido e amado. É o que a gente espera do dia do nascituro”, afirma o bispo.
A Semana Nacional da Vida foi instituída em 2005 pela 43ª Assembleia Geral da CNBB. O Dia do Nascituro celebra o direito à proteção da vida e saúde, à alimentação, ao respeito e a um nascimento sadio. A edição 2016 traz como tema de reflexão “Vida e Sociedade”.

Mauro Lucas Ferreira

Postagens Relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...