terça-feira, 27 de setembro de 2016

TRÍDUO DOS ANJOS


A história do Tríduo dos Anjos

Olá!!! Contarei como surgiu esta devoção espiritual aos nossos Protetores, os Santos Anjos.
Em nossa diocese sempre teve o costume nas igrejas, como em algumas ainda há, a tradição de realizar suas festas paroquiais de confraternização mais precisamente no dia de seu (sua) padroeiro (a).
Na Paróquia Santos Anjos as festas de confraternização comunitária sempre foi lembrada nos meses de março ou abril e muitas vezes coincidia até em época de quaresma. Mas esta tradição de ter “festas” em igrejas é um ato popular muito antigo.
O dia oficial do Anjos é no dia 29 de setembro. Para isso até fazíamos a festa popular nos primeiros trimestres do ano, mas e a festa espiritual? A festa da devoção? Quando?
Então, logo após a chegada do padre Reonaldo, surgiu do interesse dos colaboradores (funcionários) da Paróquia Santos Anjos o desejo de lembrar desta data tão importante na qual celebramos aqueles que sempre estão em nossa companhia. Nos protegendo, nos anunciando e nos guiando. Os nossos padroeiros, São Miguel, São Gabriel e São Rafael. Com muita oração e pedindo o auxílios dos Arcanjos, começamos a criar um Tríduo (três dias) de oração. Uma celebração que não demorasse muito e que fosse pensado naqueles que fariam o sacrifício de deixar sua hora de almoço para celebrar junto conosco. Também o objetivo é que não fosse uma Celebração Eucarística neste Tríduo, mas sim uma celebração diária, e em cada dia a devoção à um dos Arcanjos.
Desta ideia surgiu várias ideias, muitas sugestões, mas lembramos que não usamos o nosso humano e sim o que fosse a vontade celestial para que esta celebração acontecesse. Também criamos o “Pão dos Anjos”.
 A confecção deste “Tríduo dos Anjos” estava pronta e com muita fé acreditamos que era essa a vontade de nossos padroeiros.
A celebração acontece da seguinte forma: Sempre na última semana do mês de setembro. Na quarta-feira, celebramos o Arcanjo Miguel na cor vermelha para lembrar a batalha que enfrentou contra o Dragão, com o Pão na cor vermelha; Na quinta-feira, celebramos o Arcanjo Gabriel na cor azul lembrando do Anúncio que este fez a Maria mãe do Filho de Deus, com o Pão na cor azul; Na sexta-feira, celebramos o Arcanjo Rafael na cor verde porque conduziu Tobias, com o Pão na cor verde; Em todos estes dias orientamos a assembleia de que se faça os mesmos pedidos aos três Arcanjos para que no sábado na Grande Celebração Eucarística, estes Mensageiros de Deus encaminhem seus pedidos ao Altar do Senhor, como a fumaça do incenso que sobe aos céus, e que cheguem ao Coração de Jesus.
A devoção tornou-se tão divulgada que hoje, a cidade de Guarapuava inteira espera este dia para vir celebrar junto conosco. O pão dos Anjos é distribuído para todas as pessoas, crianças, jovens, adultos e também é exportado para o mundo.
Muitas pedidos foram atendidos, muitas graças foram alcançadas, muitos milagres foram testemunhados. Esta é a forma que tivemos de como colaboradores, presentear nossa comunidade paroquial Santos Anjos. Somos apenas o canal da graça, a fé e a devoção que temos é que fará Deus agir nas pessoas na hora certa e no momento certo.
Fica o convite para vir celebrar com a gente.

Santos Anjos da Guarda, protegei-nos. Amém.

Postado por Norberto Jean - Secretário Paroquial

Postagens Relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...