sexta-feira, 5 de agosto de 2016

Pastoral Familiar promove matrimônio comunitário


Mais de trinta casais estão inscritos para a cerimônia que acontece no dia 20 de agosto, às 16 horas na Catedral Nossa Senhora de Belém.

     Seguindo as comemorações do Jubileu de Ouro da diocese de Guarapuava e também fazendo parte do encerramento da Semana Nacional da Família do decanto centro, a Pastoral Familiar promove a cerimônia de matrimônio comunitário.
     Mais de trinta casais já estão inscritos para o evento que será realizado no dia 20 de agosto, às 16 horas, na Catedral Nossa Senhora de Belém (Nova), em Guarapuava. Os casais inscritos para a cerimônia passaram por cursos de noivos e preparação no sentido de regularizar a situação matrimonial, conforme contou o coordenador da Pastoral Familiar do decanato centro, Marcos Datsko dos Santos. “Mais de trinta casais participarão desta celebração de regularização matrimonial. Destaco que todas as pessoas inscritas para este evento já passaram por cursos, palestras. Muitas também fizeram o retiro para casais que aconteceu em abril deste ano, na Casa de Líderes Nossa Senhora de Guadalupe, em Guarapuava.
    Será um momento de muitas alegrias e de partilha. A celebração do matrimônio comunitário, além de fazer parte das comemorações do Jubileu de Ouro da diocese de Guarapuava, também encerra a Semana Nacional da Família do decanato centro”, destacou marcos.
     Marcos Datsko dos Santos e sua mulher, Lucelia Aparecida dos Santos, participam da Pastoral Familiar do decanato centro há três anos. O casal foi eleito no início de 2016 para a coordenação da Pastoral para um mandato de três anos. Segundo eles, a regularização matrimonial é um projeto que precisa ser renovado todos os dias.
     A regularização matrimonial faz parte do documento Amoris Laetitia do Papa Francisco, que destaca a família como pilar de sustentação da sociedade. Na Exortação Apostólica Pós-Sinodal, há destaque para as questões de cunho espiritual e também ético. Do ponto de vista do Pontífice, a vocação para o matrimônio precisa estar alinhada também com questões de ordem prática e de acordo com as leis da Igreja.


Post: Luana Cordeiro

Postagens Relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...