quarta-feira, 10 de agosto de 2016

Diocese de Guarapuava disponibiliza gratuitamente Cartilha de Orientação Política

   O material que foi elaborado e produzido pelo Regional Sul 2 da CNBB já está disponível nas paróquias e movimentos religiosos da diocese de Guarapuava.

   Desde o final de julho, já estão disponíveis nas paróquias, comunidades, pastorais e movimentos religiosos da diocese de Guarapuava exemplares da Cartilha de Orientação Política. O material que foi elaborado e produzido pelo Regional Sul 2 da CNBB tem por objetivo orientar as pessoas quanto às questões políticas, principalmente em se tratando do voto consciente, com foco nas eleições municipais que acontecem este ano em todo o país.
   A cartilha é distribuída gratuitamente e visa atingir, principalmente as lideranças políticas e comunitárias, leigos e candidatos a cargos públicos no sentido de esclarecer pontos inerentes aos trabalhos que desenvolverão, caso sejam eleitos e o que pode e deve ser cobrado por parte da população. A finalidade do documento é a de, através de linguagem simples e ilustrativa, orientar as pessoas quanto aos seus direitos e deveres em se tratando de política de um modo geral.
   Com linguagem de fácil compreensão, o texto e as ilustrações do material tiveram inspiração no discurso do Papa Francisco que diz que: “Política é uma das formas mais altas da caridade porque busca o bem comum”. As palavras do Pontífice estão impressas na página de abertura do material.
   A ideia da criação e produção do material pelo Regional Sul 2 surgiu a partir da Assembleia Geral dos Bispos que aconteceu em Aparecida, São Paulo, de 06 a 15 de abril deste ano.
   Dom Antônio Wagner da Silva, bispo da diocese de Guarapuava, autorizou a compra e distribuição de oito mil exemplares da cartilha. Segundo destacou, não basta apenas que o material seja produzido, mas sim que ele chegue com facilidade às mãos das pessoas das comunidades para que sirva como base de estudos e orientação. “A distribuição desta cartilha tem como objetivo esclarecer às pessoas quanto aos seus direitos e obrigações em se tratando de política. Não basta que o material seja apenas produzido, ele precisa chegar com rapidez e facilidade às mãos da população para que esta possa fazer bom uso das orientações contidas na cartilha”, explicou Dom Wagner que emendou dizendo que “enquanto Igreja, enquanto cidadãos de bem, temos a responsabilidade quanto às questões políticas em nosso meio. Todos nós fazemos parte deste processo eletivo e devemos nos empenhar sempre na busca pelo melhor para a comunidade, pelo que venha ao encontro da nossa sociedade”.
   Segundo o Padre Itamar Abreu Turco, coordenador do Centro Diocesano de Comunicação e também da Ação Evangelizadora, o pedido de compra do material vem somar com os trabalhos pastorais desenvolvidos pela Igreja através da diocese de Guarapuava ao longo do tempo em se tratando de política, direitos e deveres de todos enquanto cidadãos. “A diocese de Guarapuava comprou oito mil exemplares deste material a pedido do nosso bispo, Dom Antônio Wagner da Silva.
    Este trabalho demonstra a preocupação de Dom Wagner e também de todos da diocese e das paróquias quanto à orientação neste período de tomadas de decisões onde escolheremos nossos representantes políticos municipais em todo o Brasil. Mais uma vez, o Regional Sul 2 da CNBB sai na frente e, através de sua coordenação, juntamente com seus bispos e colaboradores da comunidade, oferece, de forma gratuita, clara e de fácil entendimento subsídios a fim de orientar todas as pessoas quanto ao pleito de 2016”, discorreu padre Itamar.
   Usando de uma linguagem de fácil entendimento e, em alguns tópicos, utilizando-se de expressões coloquiais, o texto de 26 páginas esclarece com perfeição sobre o papel dos políticos e também do cidadão no meio em que vivem.
   Assuntos tais como: reeleição, financiamento de campanha, propaganda eleitoral, “caixa dois”, doações para a igreja, sistema proporcional de votação, nepotismo, pluralidade de opiniões e participação da mulher, fazem parte do material extremamente didático composto por especialistas no assunto.

   Qualquer cidadão pode retirar seu exemplar da Cartilha de Orientação Política na secretaria de sua paróquia, comunidade e órgãos públicos.

Post: Luana Cordeiro

Postagens Relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...