terça-feira, 2 de agosto de 2016

Diocese de Guarapuava apoia campanha de prevenção à gripe e outras doenças

Segundo Dom Wagner, não há motivos para que as pessoas entrem em pânico, porém, destaca que a prevenção é a melhor das soluções para os problemas de saúde.

     Alinhada com a campanha do governo do Estado de mobilização contra doenças causadas pelo vírus da Influenza H1N1/Gripe, principalmente no período de inverno, a diocese de Guarapuava, através do bispo Dom Antônio Wagner da Silva, convoca a todas as paróquias e comunidades para a prevenção.
     Desde o mês de maio deste ano, uma nota expedida pelo bispado de Guarapuava orienta aos párocos e responsáveis pelas celebrações quanto à prevenção de doenças.
     Atos que fazem parte dos ritos católicos nas celebrações como: comunhão na boca, abraço da paz, Pai Nosso de mãos dadas, cumprimento em outros momentos da celebração ou na porta da igreja (acolhida) devem ser evitados neste período considerado propenso a contrair o vírus Influenza/Gripe, segundo orienta Dom Wagner.  
     A 5ª Regional de Saúde está com uma campanha acirrada de prevenção a estas doenças e pede a colaboração de todas as pessoas no sentido de evitar o problema. Cartazes explicativos e uma mobilização nas redes sociais fazem parte do trabalho contínuo de prevenção, segundo destaca a instituição.
     Atos simples como lavar as mãos frequentemente com água e sabão (na falta deste, usar álcool gel); evitar tocar os olhos, boca e nariz após contato cm superfícies, não compartilhar objetos de uso pessoal, cobrir a boca e o nariz com o antebraço ou lenço descartável ao tossir ou espirrar, manter os ambientes arejados, abrindo portas e janelas podem salvar muitas vidas, de acordo com um ofício expedido pela 5ª Regional de Saúde às entidades.
     DADOS OFICIAIS
     Um boletim divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesa), na manhã desta quarta-feira, 27, apontou que o número de casos de Síndromes Respiratórias Agudas Graves (SRAG) aumentou de 1.019 para 1.044 em uma semana. Do total, 969 casos estão relacionados ao vírus H1N1. Os dados foram contabilizados desde o início do ano.
     O boletim apontou ainda que das 209 mortes causadas pela SRAG, 190 estão relacionados ao vírus H1N1.
     Os sintomas da gripe H1N1 são parecidos com o da gripe comum e podem incluir febre, tosse, garganta inflamada, dores no corpo, dor de cabeça, calafrios, fadiga, diarreia e vômito.
     DICAS DE PREVENÇÃO
     - Lave as mãos com frequência e use álcool gel em seguida. Os vírus da gripe são transmitidos por meio de pequenas gotas de saliva ou de coriza expelidas por pessoas que já estão gripadas ou através do contato com objetos contaminados.
     - Ao tossir ou espirrar, use sempre um lenço de papel ou então procure usar a própria roupa, para evitar espalhar os vírus no ambiente.
     - Em dias muito secos, procure umidificar o ar, com aparelhos elétricos ou mesmo toalhas molhadas.
     - Tome bastante água. Isso fortalece o sistema imunológico.
     - Tenha uma alimentação saudável. De preferência, ingira muita vitamina C.
     - Mantenha os ambientes ventilados evitando proliferação de vírus e bactérias.
     - Evite fumar e inalar a fumaça de fumantes.
     - Exponha ao sol lençóis e edredons antes de usá-los. De preferência, lave-os para livrar-se dos ácaros e mofos presentes.
     - Buscar atendimento médico em caso de sinais e sintomas compatíveis com a doença, tais com: aparecimento súbito de: calafrios, mal-estar, cefaleia, mialgia, dor de  garganta, artralgia, prostação, rinorreia e tosse seca.


Post: Luana Cordeiro

Postagens Relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...