segunda-feira, 22 de agosto de 2016

“COMUNIQUEM COISAS BOAS!” (Dom Giovanni)

Voltar para casa também faz parte da caminhada do missionário!


Todo missionário carrega em si a vontade de fazer sempre o melhor pelas comunidades por onde passa, pelas pessoas, enfim. Há no sangue latente do missionário o carisma e o amor que lhe move e que lhe inspira a seguir em frente, sem, portanto, perder de vista seu ponto de partida, seu cais. É no ancoradouro familiar, no trapiche seguro e resistente que o missionário encontra forças para seguir em frente e trabalhar com afinco em prol de quem mais precisa. Ele tem a certeza de que quando quiser, quando der por terminada a tarefa, pode voltar e aportar sua barca para aproveitar o merecido descanso e vislumbrar o azul do mar, porta aberta para todas as terras, para todos os portos.
Prestes a completar noventa anos de idade, um dos mais bravos e lutadores dos missionários sentiu em seu coração que é hora de voltar para casa e continuar sua missão a partir de lá, do seio da segunda família, sua congregação.
Este missionário do qual falamos agora (não em tom de despedida, pois todos estarão unidos a ele em oração, para sempre) trata-se do bispo emérito de Guarapuava, Dom Giovanni Zerbini, da congregação Sociedade de São Francisco de Sales –– Salesianos de Dom Bosco (SDB).
Dom Giovanni esteve presente na cidade e trabalhando para a diocese de Guarapuava desde 1995, quando foi nomeado e tomou posse como bispo. Ele ficou à frente dos trabalhos diocesanos até 02 de julho de 2003, quando apresentou sua carta de renúncia, de acordo com o Código de Direito Canônico, que determina sua aposentadoria aos setenta e cinco anos de idade, salvo exceções.
Sentindo-se acolhido por Guarapuava, segundo destaca, decidiu permanecer na diocese como bispo emérito desenvolvendo muitas atividades em favor de quem mais precisava. A catequese sempre foi uma das preocupações do bispo e ele prosseguiu com estes trabalhos, incentivando paróquias e comunidades a se voltarem para esta missão, sem desconsiderarem, portanto, a realidade local.
Foram treze anos como bispo emérito da diocese, quando então o religioso decidiu que era hora de retornar para sua congregação onde continuará com seus trabalhos de evangelização.
Dom Giovanni, agora, passa a morar em Araçatuba, São Paulo, nas dependências da Comunidade Salesiana, que pertencente à Missão Salesiana de Mato Grosso. De acordo com o que destacou, o local e as pessoas são bem familiares e, apesar da saudade da diocese de Guarapuava, sabe que será bem acolhido junto à congregação que considera como uma família.

Diopuava
Post: Maria Elizabete (Agente PASCOM)


Postagens Relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...