domingo, 3 de abril de 2016

Diocese de Guarapuava sedia Encontro do Ecumenismo e Diálogo Inter-religioso

A intenção dos encontros que acontecem nas Províncias do Regional Sul 2 da CNBB é aproximar cada vez mais as pessoas dos diversos segmentos religiosos através do diálogo e do ecumenismo.


Clique AQUI e ouça uma entrevista com o padre Volnei Carlos de Campos, Assessor Ecumênico e Diálogo Inter-religioso do Regional Sul 2 da CNBB.

Acontece, durante todo o dia de hoje, 02 de abril, no auditório do quarto andar do Edifício Nossa Senhora de Belém, em Guarapuava, o encontro do Ecumenismo e Diálogo Inter-religioso do Regional Sul 2 da CNBB.

Representantes das Províncias do Paraná escolheram se reunir em Guarapuava pelo fato de a cidade estar localizada na Região Central do Estado e desta forma, facilitar o acesso de todos os participantes. “Nossa Região é muito grande e, por isso, realizar este encontro em Guarapuava, foi fundamental para que o acesso de todos fosse facilitado, uma vez que a cidade está localizada no centro do Paraná”, detalhou Padre Volnei Carlos de Campos, Assessor Ecumênico e Diálogo Inter-religioso do Regional Sul 2 da CNBB.
Os trabalhos que se iniciaram às 08 horas com café da manhã se estenderão por todo o dia de hoje e conta com a participação de diversas lideranças e representantes de Igrejas Cristãs no Paraná. “O Movimento Ecumênico não precisar ser massa, mas sim, fermento nesta massa. Sabemos que o fermento é o que faz o pão crescer e é por isso que somos fundamentais enquanto fermento”, enfatizou Padre Volnei durante a abertura dos trabalhos.

Segundo a Irmã da Congregação Filhas da Caridade de São Vicente de Paulo, Raquel De Fátima Colet, manter o diálogo inter-religioso é fundamental nos dias atuais para que o mundo não sucumba aos acontecimentos negativos que ocorrem no planeta. “Temos o dever de manter este diálogo enquanto seres humanos. Em meio a tantos acontecimentos negativos, precisamos nos destacar enquanto seres tolerantes e orientados quanto à convivência entre as pessoas”, destacou Raquel.

Nas orações e discussões que ocorrerão durante todo o sábado, assuntos relacionados à política no Brasil e aos problemas sociais serão abordados. “Precisamos rezar muito para que nossos políticos tenham discernimento e consigam transpor as barreiras existentes em nosso país. Vivemos uma época difícil e os sinais de unidade proposto pelo Papa Francisco precisam ser levados em conta. O diálogo precisa ser fator fundamental”, lembrou Padre Volnei.

Padre Itamar Abreu Turco, Coordenador da Ação Evangelizador e do Centro Diocesano de Comunicação da Diocese de Guarapuava (CDC), um dos responsáveis por articular o ecumenismo na Região, foi o responsável pela recepção e organização do encontro na cidade. Para ele, é sempre motivo de muita comemoração avançar em questões ecumênicas e fazer com que o diálogo inter-religioso se propague em todas as esferas da sociedade. Padre Itamar disse considerar a integração entre as pessoas de diferentes credos como pilar fundamental a dar sustentação a uma sociedade.  “Considero o Encontro Regional das Comissões como momentos importantes para a integração dos trabalhos Diocesanos. Eles motivam os membros de cada Diocese para que realizem os trabalhos necessários para a unidade dos Cristãos. Espero que assim motivados possamos criar na Diocese de Guarapuava a Comissão Diocesana para o Ecumenismo, além de bem articular os trabalhos com reflexos nos ensinamentos da Campanha da Fraternidade de 2016 que, mais uma vez, foi ecumênica e tratou da Casa Comum e os cuidados com nosso planeta”, grifou Padre Itamar.

Por causa de outros compromissos, o Bispo da Diocese de Cornélio Procópio e Referencial do Ecumenismo e Diálogo Inter-religioso do Regional Sul 2 da CNBB, Dom Manuel João Francisco, não pôde participar do evento em Guarapuava. Ele, no entanto, enviou mensagem de encorajamento e disse que em orações estaria presente durante os trabalhos.

Diopuava


Pascom Santos Anjos
Mauro Lucas Ferreira

Postagens Relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...