quarta-feira, 16 de março de 2016

Assembleia do Regional Sul 2 da CNBB.

Bispos da CNBB do Paraná reafirmam serem contrários à candidatura de padres a qualquer cargo eletivo

Posição se estende também aos Diáconos Permanentes que prestam serviços nas Dioceses.




“Será suspenso do uso das ordens aquele que, por decisão própria, contrariar essa determinação em nossas dioceses. O mesmo acontecerá com o presbítero religioso, ainda que tenha o consentimento de seus superiores”. Este é um trecho da Declaração dos Bispos da CNBB, Regional Sul 2, sobre a candidatura de Presbíteros e Diáconos Permanentes que exercem o ministério pastoral no Estado do Paraná, sejam diocesanos, religiosos e pertencentes a Institutos de Vida Consagrada.
A decisão dos bispos foi tomada na Assembleia do Regional Sul 2 da CNBB, que aconteceu em Guarapuava, nos dias 14 a 16 de março, reiterando a posição do episcopado, de 2009, sobre a candidatura no âmbito da política partidária.
“Determinamos que nenhum presbítero ou diácono permanente, religioso ou diocesano possa sair candidato à cargo eletivo nessa próxima eleição municipal e que será suspenso aquele que contrariar", reiterou o Presidente da CNBB Regional Sul 2, dom Mauro Aparecido dos Santos, arcebispo de Cascavel (PR).

Postagens Relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...