quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016

Patriarca da Igreja Ortodoxa Etíope encontrará Francisco

O encontro entre os dois líderes religiosos será no dia 29 de fevereiro, no Vaticano. O Patriarca também visitará o túmulo do Apóstolo Pedro e o Pontifício Conselho para a Promoção da Unidade dos Cristãos.



Cidade do Vaticano (RV) – O Patriarca da Igreja Ortodoxa Etíope Tewahido, Sua Santidade Abuna Matthias I, estará em Roma de 26 a 29 de fevereiro para um encontro com Sua Santidade o Papa Francisco, segundo um comunicado do Pontifício Conselho para a Promoção da Unidade dos Cristãos.
O encontro entre os dois líderes religiosos será no dia 29 de fevereiro, no Vaticano. O Patriarca também visitará o túmulo do Apóstolo Pedro e o Pontifício Conselho para a Promoção da Unidade dos Cristãos. No domingo, 28 de fevereiro, presidirá a divina liturgia com a comunidade etíope de Roma na Capela do Colégio Urbaniano. Abuna Matthias I foi eleito Patriarca em 28 de fevereiro de 2013.
Segundo uma antiga tradição, o primeiro grande evangelizador dos etíopes foi São Frumêncio, um sírio-greco-fenício nascido em Tiro. Frumêncio foi ordenado Bispo por Santo Atanásio de Alexandria, dirigindo-se mais tarde à Etiópia para promover a evangelização do país. Ele foi o primeiro Bispo de Axume e acredita-se que tenha introduzido o cristianismo no Império de Axum.
A Igreja Ortodoxa Etíope pertente à “família” das Igrejas Ortodoxas Orientais. Esta Igreja, única no gênero, manteve diversas práticas judaicas, como a circuncisão, o respeito pelas regras alimentares e a observância do shabbat do Sábado e do Domingo. A Liturgia etíope é de origem alexandrina (copta) e é influenciada pela tradição siríaca. A Liturgia foi sempre celebrada na antiga língua Ge’ez até tempos recentes. Atualmente uma tradução da liturgia em amharic moderno é cada vez mais usada nas paróquias. Prossegue na espiritualidade ortodoxa etíope uma forte tradição monástica. A Igreja conta hoje com mais de 35 milhões de seguidores. Também em Roma existe uma grande comunidade ortodoxa etíope.
As relações da Igreja Ortodoxa Etíope com a Igreja Católica são cordiais e estão se intensificando. O Patriarca anterior, Abuna Paulos, visitou o Papa João Paulo II em 1993 e Bento XVI em 2008. No início de 2009, à convite do Santo Padre, Abuna Paulos pronunciou-se na II Assembleia especial para a África, do Sínodo dos Bispos, sobre a situação do continente africano e sobre os desafios que as populações africanas devem enfrentar.
Como membro da “família” das Igrejas Ortodoxas Orientais, a Igreja Ortodoxa Etíope Tewahido participa oficialmente da Comissão Mista Internacional para o Diálogo Teológico entre a Igreja Católica e as Igrejas Ortodoxas Orientais. Em janeiro de 2012, o encontro da Comissão realizou-se em Addis Abeba, capital da Etiópia, presidido pelo Patriarca Abuna Paulos , que faleceu em 16 de agosto de 2012. (JE)

Rádio Vaticano

Postagens Relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...