segunda-feira, 1 de junho de 2015

Milagre de São Januário acontece nas mãos do Papa Francisco


O sangue de São Januário liquefaz-se, geralmente, três vezes por ano, um milagre que desta vez ocorreu nas mãos do Papa Francisco

No último sábado, 21, em Nápoles, milhares de fiéis puderam ser testemunhas do famoso milagre de São Januário, que aconteceu nas mãos do Papa Francisco. O sangue tornou-se líquido às 9h59 da manhã –hora local– diante de uma grande quantidade de pessoas que testemunharam o ato anunciado pelo Arcebispo da cidade, Cardeal Michele Giordano, como já é tradição, com a agitação de um lenço branco de cima do altar.
O sangue de São Januário liquefaz-se, geralmente, três vezes por ano. Além da solenidade litúrgica do santo, patrono de Nápoles e da região da Campânia, ocorre a 16 de Dezembro, aniversário da erupção do Vesúvio de 1631 terminada após orações ao patrono e no sábado anterior ao primeiro Domingo de Maio, dia em que se comemora a trasladação das relíquias do santo para Nápoles.
O anuncio foi feito pelo cardeal Sepe e Francisco após isto disse (ver o vídeo acima):
“O bispo disse que o sangue foi dissolvido pela metade, isso significa que é preciso uma boa metade para sermos melhores. Nós temos que ser melhores e converter-nos (mais) ainda “
Segundo a tradição, São Januário, que fora Bispo de Benevento, sofreu o martírio no ano 305, durante a perseguição de Diocleciano. O milagre de São Januário consiste na liquefação de um pouco do sangue do mártir, que se conserva seco numa pequena redoma de cristal. Este fica à vista da cabeça do bispo e começa a borbulhar de uma forma muito estranha, como se estivesse fresco e tivesse acabado de ter sido derramado.
O encontro deste ano teve um carácter especial, dado que se completaram 17 séculos sobre o martírio de San Gennaro, ocorrido, segundo a tradição, no ano 305.
Sobre a autenticidade do sangue de São Januário, um grupo de cientistas da Universidade de Turim confirmou há anos que a substância contida nas duas ampolas do relicário é sangue autêntico. Os cientistas reconheceram então que não podiam explicar por que razão o pó se transforma em sangue num dia determinado e a seguir em pó, precisamente até à data seguinte
25 DE MARÇO DE 2015
POST EM BY Walter Unger

Postagens Relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...