quarta-feira, 9 de abril de 2014

No próximo final de semana a Igreja celebra o Domingo de Ramos

O povo cortou ramos de árvores, ramagens e folhas de palmeiras para cobrir o chão onde Jesus Cristo passava. Neste dia Ele entra em Jerusalém e é recebido como rei, porém, as mesmas pessoas que o ovacionaram neste dia, irão condená-lo mais tarde


Por Jorge Teles

O Domingo de Ramos é uma festa móvel cristã celebrada no domingo antes da Páscoa, que abre solenemente a Semana Santa e comemora a entrada triunfal de Jesus em Jerusalém. De acordo relatos dos Evangelhos, Jesus chegou montado em um jumento (símbolo da humildade) em Jerusalém e o povo, com folhas de palmeiras nas mãos, o aclamava “Rei dos Judeus”, “Hosana ao Filho de Davi”, “Salve o Messias”, e lançou seus mantos à sua frente, assim como pequenos ramos de árvores.
A maioria das paróquias de Guarapuava preparam uma programação especial para este Domingo de Ramos.
Na Catedral Nossa Senhora de Belém, no Domingo de Ramos, não haverá missa das 07h e das 10h30. Na manhã deste dia acontecerá apenas uma celebração, às 09h com Procissão de Ramos saindo de frente do Hospital São Vicente de Paulo em direção à Catedral.
Na Paróquia Santa Terezinha, Bairro Batel, a Santa Missa vai iniciar às 09h, na rótula da Avenida Moacir Silvestri, onde encontra-se a imagem do Santo Arnaldo Janssen (próximo à Havan), reunindo fiéis da matriz e de todas as comunidades, de onde parte a procissão rumo à igreja.
Na Paróquia Santa Cruz, 10h, procissão nas proximidades da igreja e em seguida acontece a missa celebrada pelo Bispo Emérito da Diocese de Guarapuava, Dom Giovanni Zerbini.
Na Paróquia Sant’ana, Bairro Santana, às 09h parte a procissão de frente do Seminário Diocesano rumo a igreja para a celebração.
Na Paróquia Nossa Senhora Aparecida, no Bairro Bonsucesso, 09h celebração.
Na Paróquia São João Bosco, Vila Carli, as três comunidades pertencentes a essa paróquia se encontram, às 9h, ao lado do Posto de Saúde da Vila Carli para seguirem em procissão até a Comunidade São Domingos Sávio, no Jardim Dona Ângela onde haverá celebração.
No Bairro Primavera, Paróquia Nossa Senhora de Fátima, acontecerá uma procissão nas proximidades da igreja, com missa das 09h.
Paróquia Divino Espírito Santo, na Vila Bela, 09h missa com procissão. A noite, às 19h acontece uma encenação da Paixão Morte de Cristo, do lado do Ginásio de Esportes
Paróquia Santos Anjos, Bairro São Cristóvão, às 08h30, procissão saindo do Colégio Rui
Virmond Marques rumo a igreja onde será celebrada a missa.
Paróquia São Pedro e São Paulo, no Xarquinho, às 08h, os cinco setores da paróquia rumam em procissão para a igreja onde acontecerá a celebração.
No Jardim Pérola do Oeste, Paróquia Bom Jesus, 09h, procissão saindo das quadras esportivas do Trianon rumo a igreja para a celebração.
Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, 08h30 procissão da Igreja seguindo para o Campo do Pavão, local onde será celebrada a missa.
São Luiz Gonzaga, no Morro Alto, celebrações às 08h30 e 19h30.

Em caso de chuva algumas programações poderão sofrer alteração.

Coleta da Campanha da Fraternidade 2014 será no Domingo de Ramos (13)
No Domingo de Ramos também acontece, em todas as paróquias, a Coleta Nacional da Solidariedade, gesto concreto dos fiéis para a Campanha da Fraternidade.
Do valor arrecadado, 60% é destinado para o Fundo Diocesano de Solidariedade e 40% para o Fundo Nacional de Solidariedade. Esses fundos existem para contribuir para a melhoria das condições de vida de muitas pessoas e priorizam ações de formação de agentes de mudanças baseado nos princípios da construção coletiva de conhecimentos da realidade.
Neste ano a Campanha da Fraternidade de 2014 está trabalhando, em sua reflexão no tempo quaresmal, o tema “Fraternidade e Tráfico Humano” e o lema “É para a liberdade que Cristo nos libertou”. Segundo a Igreja, não só os católicos, mas todos os homens e mulheres de boa vontade estão sendo convidados a estudar, ler, refletir, rezar e escolher as ações para erradicar as práticas contra a dignidade do ser humano, em suas diferentes modalidades: trabalho forçado, exploração sexual, tráfico de órgãos, tráfico de crianças e adolescentes.
Com esta Campanha a Igreja pretende identificar as práticas de tráfico humano em suas várias formas e denunciá-lo como violação da dignidade e da liberdade humana, mobilizando cristãos e a sociedade brasileira para erradicar esse mal, com vista ao resgate da vida dos filhos e filhas de Deus.


Fonte: http://www.centralcultura.com.br/default.asp?id=30513

"Pascom Santos Anjos"
Mauro Lucas Ferreira

Postagens Relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...